Matrix

Queria me expressar, mas não me entendem…
Desisto de conversar..

Queria mais tempo para viver…
Não consigo…

Um dia desisti…
De expressar…
De sorrir…
De ouvir…
De viver…

Todo meu ideal de criança…
Que não era nada irreal, se foi…

Cadê?
Cadê a minha pessoa?
Será que se perdeu?
Onde foi parar?
Como foi parar?

O mundo levou…
E sempre leva..
Com suas teorias e ditados fictícios…
Te constrói e destrói..
Onde você está?

E a exatidão de objetivos?

Qual era mesmo seu objetivo?

Quantos anos você tem mesmo?
Quanto tempo sobrou para viver aquele ideal?

Se esqueceu ou desistiu?

Vou fugir desse povo que vive como robôs…
Onde a Matrix está ai…
E ninguém consegue enxergar….

Quem me diz que fugir disso…
É fugir da realidade?
Que é não querer ver a verdade?

Devo então me contentar com a “verdade” para te contentar?
Se depois você mudar de idéia? A quem devo culpar por ter vivido através do seu conceito de verdade?

Ser feliz é fugir da verdade?
Se é…
O que é mais importante: a verdade ou a felicidade?

O que é real?
Gente morrendo na África ou o sossego de seu lar?
Morar em um lugar tranqüilo, longe dos “cacoetes” das cidades grandes, seria fugir da realidade?
Ou seria só fugir da SUA realidade?

Se afastar de tudo falso e automático…
Ir para lá onde sim…
Onde lá impera a realidade…
E que tudo tenha vida…
Que não tenham a esquecido em troca de um monte de afazeres fúteis, inúteis…
Que preenche e não sustenta…

Que tal uma coca-cola para matar a fome?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em reflexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s